0800-600-9595 / 3025-9595

Notícia


Inteligência artificial nos processos seletivos digitais.

Uma das tendências de 2019 foi o uso de inteligência artificial nos processos seletivos digitais. Com todo avanço tecnológico que acontece diariamente, tem se tornado cada vez mais comum a inserção desse tipo de método no mercado. 

 

Com isso, diversas empresas têm mudado sua forma de recrutar. Vamos entender melhor.

 

Como funcionam esses processos digitais?

Para que um processo seletivo seja efetivo, ele precisa ter planejamento, execução, verificação e ação. E foi para agilizar esses processos que a tecnologia entrou em cena.

Para captar e selecionar pessoas mais compatíveis com as vagas disponíveis, são usados softwares e plataformas especializadas. Isso leva menos tempo, além de ser mais eficaz na seleção. Com isso, as empresas têm a sua disposição um leque maior de opções para uma seleção. A inteligência artificial por trás desses softwares faz a triagem inicial através de algoritmos, dispensando o tempo gasto com leitura de currículos.

Assim, diminui-se o tempo e as seleções tornam-se mais eficientes, uma vez que esse recurso agiliza os testes de aptidão e possibilita a realização de entrevistas online, por exemplo.

Por que eles criam uma experiência mais humanizada entre empresa e candidato?

 

Há três pontos importantes que fará você compreender melhor essa pergunta. Veja:

 

Tempo de qualidade para o recrutador

 

Quando o processo seletivo é realizado manualmente, demanda-se muito mais tempo e acaba se tornando cansativo para ambos os lados. 

Então, fazer com que o tempo gasto pelo recrutador seja de qualidade é muito relevante para um processo bem sucedido.

Imagine a seguinte situação: Uma empresa deseja encontrar um novo funcionário e abre um processo seletivo para isso. Cerca de 250  currículos são recebidos. Como seria a avaliação desses currículos manualmente? Obviamente o profissional responsável não conseguirá dar a devida atenção para tantas pessoas. Acaba, portanto, olhando de forma generalizada, o que pode ter pouca eficácia na hora da seleção, diferente se for utilizada inteligência artificial. Quando a equipe de RH pode contar com um banco de dados já selecionado digitalmente, o recrutamento torna-se muito mais rápido e eficaz. 

Assim, o processo se torna mais humanizado na medida em que o recrutador gasta mais tempo e atenção com os candidatos que efetivamente têm mais chances de serem contratados.

Pessoa certa no lugar certo

A humanização exige que no processo seletivo as metodologias aplicadas façam uma avaliação da compatibilidade de cada candidato tanto com a vaga, quanto com suas necessidades técnicas e com o perfil comportamental do profissional. Assim, pode-se garantir mais chances de afinidade entre candidato e empresa, diminuindo a incidência de erros, o que faz a experiência mais humanizada e ética.

Softwares de recrutamento e seleção oferecem às empresas a gestão de suas vagas, currículos e banco de candidatos, trazendo mais segurança e garantindo a compatibilidade entre empresa e candidato. Assim, os profissionais de RH podem focar-se nos detalhes, uma vez que as informações e testes de cada candidato são exibidos em forma de ranking.

Feedback para os candidatos

A humanização é reflexo do aperfeiçoamento das aptidões durante a evolução humana. O atendimento humanizado tem como elementos essenciais a empatia e a interação, e ambos podem criar condições melhores para candidatos e empresas no processo seletivo.

Muitos candidatos se frustram pela falta de feedback das empresas, parte fundamental de um tratamento humanizado. Dentro de um processo seletivo de 250 currículos, sem uma plataforma digital, os candidatos que não forem selecionados possivelmente ficarão sem um feedback. Resumindo, dar feedback para quem não tem compatibilidade com a vaga e/ou empresa, e dar mais atenção para quem tem alta compatibilidade, é humanizar processos.

Quais vantagens esse método de recrutamento tem a oferecer para os dois lados?

 

Depois de compreender como funcionam os processos seletivos digitais e por que eles podem ser a melhor escolha na hora de contratar um novo funcionário, vamos ver as cinco principais vantagens que esse tipo de processo oferece:



Poder de alcance maior;

Banco de currículos sempre atualizado;

Praticidade no gerenciamento das vagas;

Perfis de candidatos compatíveis com as vagas e empresa;

Feedback para os candidatos.



 

Ao ver os itens listados é possível concluir como o recrutamento digital contribui para o aumento da produtividade do setor de recursos humanos, pois otimiza os processos seletivos e acaba sendo até mais humanizado.

 


ACIM - ASSOC. COM. E EMPRESARIAL DE MARINGÁ, CNPJ 79.129.532/0001-83, RUA BASÍLIO SALTCHUCK, 388 CEP 87.013-190 CENTRO - MARINGÁ PR